10 de outubro de 2011

Mistérios da Fé e do Amor

O que achou disso? 
Dindry Buck e Judith (Pastoral do Dízimo) na festa de confraternização dos Paroquianos - Paróquia de Santana - Dez/2010
Ainda estou emocionadíssima com o sermão proferido ontem, na missa das 7 da manhã (que frequento habitualmente) pelo Pe. Manoel Olavo, o reverendo da minha paróquia.
Ao esmiuçar o evangelho de Mateus 22, 1-14 em que só quem estiver vestido como os trajes adequados, entrará para o banquete do Rei, o nosso sábio pároco foi mais a fundo, no cerne da palavra e falou que só quem está vestido com as vestes do amor, da caridade, do não preconceito irá frequentar o Banquete de Deus. E me surpreendeu mais ainda quando citou a minha pessoa, falando que em nada minha orientação sexual interferia na minha fé e nos meus atos como cristão. Disse em alto e bom tom para quem quisesse ouvir: O Albert que é homossexual... 

Falou ainda do respeito e do carinho dos paroquianos para comigo e tantas palavras lindas que me deixaram sem ação, mas muitíssimo feliz.
Hoje pela manhã, não pensei duas vezes e fui até minha paróquia agradecer por aquela manhã surpreendente e abençoada e falar a ele da importância de sua atitude, afinal são atitudes como essas que contribuem para que a sociedade, começando dos pequenos, passe a respeitar a todos, sem distinção, afinal, se é o amor o que conta, vivamos o amor em plenitude.
Deus, obrigada por ter colocado em minha paróquia um Padre tão maravilhoso como o meu, uma equipe de liturgia, que tem uma coordenadora maravilhosa como Maria Izabel Guardarine e Maria Jose Do Nascimento e paroquianos, em sua maioria, que sabem respeitar o próximo, seja ele quem for.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...